35ª Fispal Tecnologia, uma das maiores e mais completas feiras para a indústria de alimentos e bebidas da América Latina, apresentou para mais de 39 mil visitantes as principais tendências para as indústrias de alimentos e bebidas. Realizada de 25 a 28 de junho, no São Paulo Expo, o evento contou com a participação de 480 empresas expositoras — entre elas a SMC.
Com um stand de 144 metros quadrados, a SMC mostrou diversas linhas de equipamentos, como ionizadores, geradores de vácuo e atuadores elétricos. Os destaques foram os equipamentos com Tecnologia Wireless e produtos com Comunicação IO-Link. 
“Além dessas novas tecnologias, mostramos também produtos mais leves e compactos, que contribuem consideravelmente para a economia de energia nos processos de produção”, diz Fábio Trocoletto, gerente de Engenharia da SMC.

Diferente da Expomafe, que é voltada para os fabricantes de máquinas, a Fispal Tecnologia reúne grandes nomes da indústria de alimentos e processos. “Os visitantes desta feira têm muito conhecimento técnico, poder de decisão e vem em busca de soluções específicas, favorecendo os negócios”, afirma Trocoletto.
Mais de 2 mil pessoas passaram pelo stand da SMC durante os quatro dias da feira para conferir as novidades, incluindo clientes importantes como Ambev, Nestlé, Heineken, Nissin Foods, Johnson e Johnson e outros, além dos fabricantes de máquinas como: Raumak, Indumak, Selgron, Perfor, Ulma e Premier Tech.
Apesar dos números da economia brasileira ainda não mostrarem tendência de alta, houve boa movimentação na compra de máquinas e equipamentos — o que é um sinal de recuperação. “A indústria já dá sinais de retomada de investimento a médio e longo prazos”, afirma Fábio. A indústria de máquinas comemorou o crescimento dos negócios: a Bramark, que produz envasadoras, por exemplo, superou suas metas e obteve 200% de crescimento de vendas em relação à edição anterior da Fispal; já o Grupo SMI, produtor global de engarrafadoras e máquinas de embalagem, vendeu oito equipamentos de alto valor agregado, o que representa acréscimo de 50% em relação ao ano passado.
Para estimular ainda as negociações, a Fispal Tecnologia promoveu duas rodadas de negócios. A rodada internacional, que estreou nesta edição da feira, contou com compradores da Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai e movimentou mais de R$ 13 milhões. Já a rodada nacional gerou mais de R$ 10 milhões em receita, o que representa um aumento de 8% em relação ao ano anterior.
Confira um pouco de como foi a feira aqui neste link!
 

E veja como foi a movimentação no stand da SMC na 35ª Fispal Tecnologia

[unitegallery fispal01]
[unitegallery fispal2]